Cachorro chinês não corre atrás de moto?

Hoje, pedalando no Parque Laoshan, que fica quase ao lado da minha casa, comecei a prestar mais atenção aos cachorros que sempre estão por ali passeando com seus donos. Desde que eu cheguei na China, há quatro anos, cresceu consideravelmente a quantidade de cachorros que vemos pelas ruas. Não sei precisar em números, mas a sensação é de que o chinês está assumindo de vez o cachorro como animal de estimação e não como alimento, pelo menos aqui na capital do país.

Dificilmente vemos vira-latas pelas ruas; os animais estão geralmente acompanhados dos donos e não correm atrás de motos e bicicletas como no Brasil. Talvez eu esteja equivocado, não sou especialista em caninos, mas nunca vi um cachorro correndo atrás de um veículo aqui na China. Por que?

Se um desses pequenos animais, no auge de sua indignação com a censura na internet e a falta de gatos pelas ruas, resolver protestar correndo atrás de uma moto, será que vai ser imitado pelos outros cachorros? E se eles descobrirem que isso é divertido? Quando esse dia chegar, será que motociclistas e ciclistas não terão mais sossego pelas ruas da cidade?

Comentários encerrados para este post