Celular pós-pago c/internet na China. Agora ficou fácil.

Antigamente a burocracia era tanta que os estrangeiros na China preferiam comprar um número de celular pré-pago. Agora, com a moda do 3G, da internet móvel, dos smartphones e dos iPhones, ficou muito mais fácil conseguir uma linha pós-paga.

Existem duas companhias de telefone celular por aqui, a China Mobile e a China Unicom. Por quase quatro anos – desde que cheguei em Beijing – tenho usado um número pré-pago da China Mobile. O serviço deles sempre foi muito bom e automatizado, inclusive para aderir a promoções e planos, e nunca me deixou na mão. Só fiquei sem telefone quando esqueci de colocar créditos. Pelo plano que aderi, eu pagava uma taxa 10 yuans por mês (cerca de R$ 2,50) e podia mandar mensagens e receber ligações sem custo (é, aqui na China ainda se paga para receber ligação). Ligando bastante todos os dias, gastava uns 100 yuans por mês, no máximo (cerca de R$ 25).

Irritado com os problemas que tivemos nas últimas semanas com a internet em casa, resolvi aderir ao 3G e colocar internet no meu “novo” iPhone 3Gs. Para isso, precisei trocar de operadora e de número. Muitos me disseram que a China Unicom tem o melhor serviço 3G, apesar da concorrente ter a melhor cobertura e o melhor sinal.

Fui em uma agência da China Unicom perto da minha casa e, apenas com o meu passaporte, assinei um plano de 96 yuans por mês. O chip saiu de graça porque termina com o número “4”, que na superstição chinesa significa morte. Em 10 minutos eu tinha assinado todos os papéis e estava com meu novo número funcionando. Esse plano inclui 240 minutos de liagações e 300MB de dados por mês.

Faz tempo que não comparo essas coisas com o Brasil, então não sei se está barato. Pelo menos está funcionando por enquanto. E eu espero que siga assim por um bom tempo.

Comentários encerrados para este post